6 de abril de 2010

Principais Autores e Obras do Pré-Modernismo

No início do século XX, a literatura brasileira passou por uma fase de transição, em que confluem elementos do Parnasianismo, do Simbolismo e do Impressionismo, herdeiro do Realismo. Escritores como Coelho Neto, Afrânio Peixoto, Adelino de Magalhães e Machado de Assis (última fase) não escaparam ao dualismo da época: De um lado os laços com o Realismo e o Naturalismoe do outro impregnações intimistas e esteticistas.

Por outro lado, surgiram na época tendências que anteciparam alguns dos programas defendidos posteriormente pelos modernistas de 1922. Denomina-se pré-modernista tudo que nas primeiras décadas do século revelaram novo enfoque da nossa realidade cultural.

Nesse sentido, pode-se considerar pré-modernista a prosa regionalista:

Euclides da Cunha

BIOGRAFIA:

Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha nasceu em Cantagalo (RJ), no dia 20 de janeiro de 1866. Foi escritor, professor, sociólogo, repórter jornalístico e engenheiro, tendo se tornado famoso internacionalmente por sua obra-prima, Os Sertões. Morreu no dia 15 de agosto de 1909, depois de uma troca de tiros com o aspirante Dinorá e seu irmão, o cadete Dilermando de Assis. Em 1916, o segundo-tenente Dilermando de Assis, que havia sido absolvido da morte do biografado (legítima defesa), matou em um cartório de órfãos no centro do Rio o aspirante naval Euclides da Cunha Filho, o Quidinho, que tentou vingar a morte do pai. Dilermando foi novamente absolvido pelo mesmo veredito.

PRINCIPAIS OBRAS:

  • Os Sertões (1902) - Retrata a Guerra dos Canudos, sendo publicado nos seguintes idiomas: alemão, chinês, francês, inglês, dinamarquês, espanhol, holandês, italiano e sueco.
  • Contrastes e Confrontos (1907) - Pode-se dizer que é uma obra científica e uma obra de arte. Trata-se de uma obra única na história das letras brasileiras.
  • À Margem da História (1909) - Publicação póstuma, reúne os artigos de Euclides sobre a Amazônia antes e após sua viagem à região. Os ensaios amazônicos reforçam a tese de uma formação histórica marcada por contrastes e antagonismos. O dever da ciência e dos intelectuais era, para Euclides da Cunha, promover o encontro entre Estado e nação.

Monteiro Lobato

BIOGRAFIA:

José Bento Monteiro Lobato foi contista, ensaísta e tradutor. Este grande nome da literatura brasileira nasceu na cidade de Taubaté, interior de São Paulo, no ano de 1882. Formado em Direito, atuou como promotor público até se tornar fazendeiro, após receber herança deixada pelo avô. Diante de um novo estilo de vida, Lobato passou a publicar seus primeiros contos em jornais e revistas, sendo que, posteriormente, reuniu uma série deles em Urupês, obra prima deste famoso escritor. Em uma época em que os livros brasileiros eram editados em Paris ou Lisboa, Monteiro Lobato tornou-se também editor, passando a editar livros também no Brasil. Com isso, ele implantou uma série de renovações nos livros didáticos e infantis. Este notável escritor é bastante conhecido entre as crianças, pois se dedicou a um estilo de escrita com linguagem simples onde realidade e fantasia estão lado a lado. Pode-se dizer que ele foi o precursor da literatura infantil no Brasil.
Em 5 de julho de 1948, perdeu-se esse grande homem, vítima de colapso, na Capital de São Paulo.

PRINCIPAIS OBRAS:

  • Urupês (1918) - Aborda a decadência da agricultura no Vale do Paraíba, após o “ciclo” do café.
  • Idéias de Jeca Tatu (1919) - História de Vilela, Camilo e Rita envolvidos em um triângulo amoroso.
  • A Menina do Narizinho Arrebitado (1920) - Tem como personagens principais Emília e Narizinho em mais uma de suas histórias inéditas.
  • O Pica-Pau Amarelo (1939) - Aborda a Turma do Sítio (Emília, Narizinho, Pedrinho, Marquês de Rabicó, Conselheiro, Quindim, Visconde de Sabugosa, Dona Benta, Tia Nastácia, Tio Barnabé, Cuca, Saci, etc) vivendo situações e aventuras que mexem com a imaginação da criançada.

Lima Barreto

BIOGRAFIA:

Afonso Henriques de Lima Barreto nasceu no Rio de Janeiro em 13 de maio de 1881. Filho de um tipógrafo da Imprensa Nacional e de uma professora pública, era mestiço de nascença e foi iniciado nos estudos pela própria mãe, que perdeu aos 7 anos de idade. O vício da bebida começou a manifestar-se nele, porém não o impediu de continuar a sua colaboração na imprensa, iniciando em 1914 uma série de crônicas diárias no Correio da Noite. Candidatou-se à vaga na Academia Brasileira de Letras, mas seu pedido de inscrição não foi sequer considerado. De dezembro de 1919 a janeiro de 1920 foi internado no hospício, devido à forte crise nervosa, resultando a experiência nas anotações dos primeiros capítulos da obra O Cemitério dos Vivos. Morreu em 1° de novembro de 1922, na cidade natal.

PRINCIPAIS OBRAS:

  • Recordações do Escrivão Isaías Caminha (romance – 1909)
  • Triste Fim de Policarpo Quaresma (romance – 1911)
  • Numa e Ninfa (romance – 1915)
  • Morte e M. J. Gonzaga de Sá (romance – 1919)
  • Os Bruzundangas (crônica – 1923)
  • Clara dos Anjos (romance – 1924)
  • Histórias e Sonhos (contos – 1956)
  • Diário Íntimo (memórias – 1956)
  • Cemitério dos Vivos (memórias – 1956)

Augusto dos Anjos

BIOGRAFIA:

Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos nasceu no engenho "Pau d'Arco", em Paraíba do Norte, em 20 de abril de 1884. Em 1907, bacharelou-se em Letras, na Faculdade do Recife, e, três anos depois, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde exerceu durante algum tempo o magistério. Do Rio, transferiu-se para Leopoldina, por ter sido nomeado para o cargo de diretor de um grupo escolar. Morreu nessa cidade, em 12 de novembro de 1914, com pouco mais de trinta anos.

PRINCIPAIS OBRAS:

  • Saudade (poema - 1900) - Mostra que tanto os atos bons quanto os ruins do passado de alguém são necessários para completar o indivíduo.
  • Eu e Outras Poesias (único livro de poemas - 1912) - Articula o trinômio como reflexo de um momento histórico marcado por um sentimento de perda, um mal-estar disseminado entre os intelectuais, uma angústia diante da falência da Civilização Ocidental e dos ideais do Progresso.
  • Psicologia de um Vencido (soneto) - Com o uso de palavras rebuscadas e repleto de simbolismo, este soneto aborda o pessimismo marcante e retrata a tragédia da morte com naturalidade.
  • Versos íntimos - Como todos os outros poemas e sonetos de Anjos, este também aborda a morte e o próprio "eu" o centro do seu pensamento.

68 comentários:

  1. Respostas
    1. cadÊ o Graça Aranha

      Excluir
    2. Se foder ninguém quer né???

      Excluir
    3. Va tomar no olha do seu Cu ante que eu esqueça.

      Excluir
    4. WOW CARA, VÁ XINGA OUTRO, TODO MUNDO ERRA, OU TU É PERFEITO?

      Excluir
  2. Como as obras de Simões Lopes Neto

    ResponderExcluir
  3. Interessante....................

    ResponderExcluir
  4. cade o Graça Aranha?? só ficou faltando esse poxa ;///

    ResponderExcluir
  5. falta o resumo das obras do lima barreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nas favelas do seu Cu, meu pal sobe armada.

      Excluir
  6. cade graça aranha,raul de leôni ramos,joão bento montiro lobato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Montiro Lobato" Seu Teclado, não sabe nem escrever direito ainda vem julgar quem deveria estar.

      Ai como tem gente Neésia neste Brasil, espero que depois dessa você pare de sair digitando qualquer besteira e preste mais atenção no que você digita.....

      #QLC>ALL

      Excluir
    2. espero tirar uma otima nota na minha prova hoje torçam por mim

      Excluir
  7. Ótimo site me ajudou bastante espero tirar um Dez !! :)

    BY: Distroyi

    ResponderExcluir
  8. oltima respostas eu fazer o melhor

    ResponderExcluir
  9. jamille gonçalves21 de março de 2013 20:03

    legal gostei do sate

    ResponderExcluir
  10. Faltou citar outro importante autor desse movimento... Graça Aranha..

    ResponderExcluir
  11. muito bom, ficaria melhor ainda se tivesse um texto contextualizando a influencia deles na sociedade e o tema principal de cada um.

    ResponderExcluir
  12. Material muito bom!

    ResponderExcluir
  13. so faltou graça aranha realmente e Euclides da Cunha....mas muito bom bem resumido com tudo q eu precisava

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça Aranha (1866/1931)
      Aluno de Tobias Barreto, seguiu a carreira diplomática depois de ser juiz no Maranhão e no
      Espírito Santo. Participou ativamente do movimento modernista, como doutrinador.
      Colaborou na fundação da ABL (mesmo sem ter livro publicado) e da Semana de Arte
      Moderna de 22, por isso sendo considerado por muitos um modernista. Não é considerado
      modernista porque sua única obra "modernista", A viagem maravilhosa, é feita em um
      estilo extremamente artificial. Morreu logo antes de publicar sua autobiografia, O meu
      próprio romance, de 1931.

      Excluir
  14. maravilhoso..... me ajudou bastante

    ResponderExcluir
  15. eu acho que falou demais desses, e esqueceu de alguns importantes..

    ResponderExcluir
  16. eu gosto muito espero que eu ganhe uma boa nota bjux assi: leide

    ResponderExcluir
  17. Legal...só faltou falar sobre Graça Aranha.

    ResponderExcluir
  18. VIDA E MORTE DE M. J. GONZAGA DE SÁ - Lima Barreto ****

    ResponderExcluir
  19. muito bom!!!!!!! MAS PODERIAM MUDAR A COR DO PLANO DE FUNFO DA UM AR DE MORTE :(

    ResponderExcluir
  20. Chupa gostoso ai ai ai

    ResponderExcluir
  21. Muito competente o autor dessa pagina, esta de parabens.

    ResponderExcluir
  22. Respostas
    1. kkkkkk, eu tambem fiz pra um trabalho de escola, e esse sait me ajudou muitoooo

      Excluir
    2. ''SAIT ?'' nossa hein... o correto é SITE !

      Excluir
    3. /\ Vai se Foder ninguém pediu corretor ortográfico bundão /\

      #LuanSacana

      Excluir
  23. Bom de mais, me ajudou muitooo! Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seu trocha seu bosta de merda otarioooooooooooooooooooooooooooooooooooo

      Excluir
  24. É um assunto exitante para aqueles que gostam realmente de ler só faltou o que eu apresentei no Colegio estadual de feira de santana que foi Graça aranha. mais é um belo site parabéns.....

    ResponderExcluir
  25. compre já o seu curso e aprenda a fazer montagem e manutenção em computadores.
    http://hotmart.net.br/show.html?a=E1355518A

    ResponderExcluir
  26. COMPRE SEU MANUAL PARA FAZER A PROVA DA OAB. BOAS DICAS
    http://hotmart.net.br/show.html?a=B1353740A

    ResponderExcluir
  27. cadê o Graça Aranha ???????

    ResponderExcluir
  28. Respostas
    1. Bom Gostosa se você e tão Burra ou melhor dizer Neésia a ponto de não saber procura no Wikipedia eu te ajuda sua vaca ajumentada

      Graça Aranha (1866/1931)
      Aluno de Tobias Barreto, seguiu a carreira diplomática depois de ser juiz no Maranhão e no
      Espírito Santo. Participou ativamente do movimento modernista, como doutrinador.
      Colaborou na fundação da ABL (mesmo sem ter livro publicado) e da Semana de Arte
      Moderna de 22, por isso sendo considerado por muitos um modernista. Não é considerado
      modernista porque sua única obra "modernista", A viagem maravilhosa, é feita em um
      estilo extremamente artificial. Morreu logo antes de publicar sua autobiografia, O meu
      próprio romance, de 1931.

      Excluir
  29. podiam acerscentar o conexto histórico o que estava ocorrendo no Brasil que influenciou no fim da antiga escola literária e assim surgir uma mudança para pré modernismo até o modernismo propriamente dito com suas características já definidas.

    ResponderExcluir
  30. foi muit útil ...obrigd

    ResponderExcluir
  31. Gostei mas faltou descrever mais sobre a linguagem de cada um e o tema desses autores.

    ResponderExcluir
  32. Uffz , terminei de copiar. Valeu.parabéns pela página. ;)

    ResponderExcluir
  33. Muito bom , me ajudou muito com o trabalho de escola , bem resumido ! Parabeeens !! ((:

    ResponderExcluir
  34. Lamentável; na obra de Monteiro Lobato houve uma confusão com um conto de Machado de Assis, assim, O Jeca Tatu, trata de outro assunto. Solicito correção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta achando ruim vai pra outro SITE seu homossexual ou sua vaca jumentada que não agradecê por ter achado a merda do assunto que você procurava....

      #FicaAPica

      Excluir
  35. Nossa adquiri novos conhecimentos!

    ResponderExcluir
  36. Bom site mas esqueceram de Graça Aranha!

    ResponderExcluir
  37. seus cu de burro entraram no site pra pesquisar ou trocar elogios...

    ResponderExcluir
  38. otimo so faltou graça aranha

    ResponderExcluir